quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O teu ABRAÇO.

"E aqueles abraços? Aqueles que me apertavam e me faziam feliz durante todo o dia. Aqueles que me faziam realmente sentir: Não perco o meu melhor amigo por nada.
Foram raros, mas profundos.
Lembro-me daquele abraço. O do meu aniversário.
Foi um abraço, nada mais.Mas significou tudo.
É do que tenho mais saudades, do teu ABRAÇO. E agora quero-o outra vez."

1 comentário: